SEJA BEM VINDO

A FEHOFES

Acesso rápido

Relatório Anual

Programa de Eventos

Prêmio Luiz Nivaldo

Projetos e Parcerias

Instituições Associadas

Estatuto

Sobre a FEHOFES

O que você precisa saber sobre nós

Sobre a FEHOFES

Fundada no ano de 1986, a Federação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos do Espírito Santo (FEHOFES) é uma entidade sem fins lucrativos que tem por finalidade defender, proteger, representar e assistir os interesses sociais e econômicos dos hospitais filantrópicos do estado do Espírito Santo.

Leia As Últimas Notícias

Últimas Notícias & Eventos

11/12/2023

CMB e Fehofes fazem homenagem ao governador Renato Casagrande

O presidente da Confederação das Santas Casas de Misericórdia, Hospitais e Entidades Filantrópicas (CMB), Mirocles Veras, esteve em Vitória para entregar uma homenagem ao governador do Estado, Renato Casagrande (PSB).

A cerimônia aconteceu no Palácio Anchieta, sede do Governo capixaba, nesta segunda-feira (11) e contou com a presença de diversos representantes e gestores de hospitais filantrópicos capixabas.

No encontro, Casagrande recebeu ainda um livro comemorativo dos 60 anos da CMB. A publicação traz registros importantes sobre a atuação da entidade ao longo desses anos. “Sua gestão traz o reconhecimento para nossas Santas Casas e Hospitais Filantrópicos”, disse Veras ao governador.

O presidente da Federação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos do Espírito Santo (Fehofes), Fabrício Gaeede, considerou a homenagem justa pelo esforço que Casagrande tem feito pelas instituições que atendem os pacientes no Estado.

“O governador tem feito iniciativas inovadoras, como por exemplo o novo modelo de remuneração e contratualização, o que tem gerado grandes resultados e melhor assistência e acesso à população. A federação considera essa homenagem mais que justa pelo apoio e pela proximidade que o Governo tem com os hospitais filantrópicos”, disse.

Os demais membros das instituições tiveram a oportunidade de agradecer ao governador pelo trabalho realizado em prol dos hospitais.

Estiveram presentes representantes dos seguintes hospitais:

Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Vitória

Hospital Rio Doce

Hospital Infantil Francisco de Assis – HIFA

Hospital Santa Rita de Cássia

Hospital São Braz

Hospital Santa Casa de Misericórdia de Guaçuí

Hospital da Associação dos Funcionários Públicos do Espírito Santo

Hospital Padre Máximo

Instituto Acqua/Himaba

Hospital Evangélico de Vila Velha

22/11/2023

Fehofes e hospitais filantrópicos do ES serão premiados em Minas Gerais

A Federação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos do Espírito Santo (Fehofes) vai receber o prêmio Líderes do Índice Valor Saúde Brasil (IVSB), um reconhecimento pelo seu trabalho de fortalecimento aos hospitais associados no Estado.

Além da Fehofes, quatros instituições filantrópicas capixabas também serão premiadas.

São elas: Hospital São José de Colatina (Angioplastia coronariana e medicina interna adulto), Hospital Rio Doce (Angioplastia Coronariana), Hospital Evangélico de Vila Velha (Assistência a pacientes com insuficiência cardíaca congestiva) Hospital Santa Rita de Cássia de Vitória (Assistência ao Câncer de mama, neoplasia de pâncreas e hepatobiliar)

A implantação e acompanhamento aconteceu através da parceria Planisa e Drg brasil.

A entrega do Prêmio Líderes IVSB 2023 será realizada no dia 5 de dezembro, às 18h30, no Hotel Ibis Styles Confins, próximo ao Aeroporto de Confins, em Minas Gerais.

A premiação foi criada pela plataforma Valor Saúde Brasil by DRG Brasil + Inteligência Artificial para medir e comparar a eficiência da gestão dos hospitais e os projetos desenvolvidos para melhorar cada vez mais os serviços oferecido aos pacientes.

O presidente da Fehofes, Fabrício Gaeede, destacou a importância desse reconhecimento do trabalho que os hospitais têm realizado para garantir mais excelência no atendimento SUS.

“Ficamos muito felizes com o anúncio da premiação. Os hospitais filantrópicos trabalham intensamente para contribuir com um Sistema de Saúde com mais acesso, justo e eficiente. Os resultados alcançados mostram que estamos no caminho certo e, quem se beneficia, é a sociedade”, destacou.

07/11/2023

Periódico destaca relevância dos filantrópicos no Estado

A Federação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos do Espírito Santo (Fehofes) lançou, nesta terça-feira (7), a primeira edição do Periódico Fehofes. A publicação traz todas as informações e números que mostram a relevância das instituições no primeiro semestre de 2023.

O Periódico traz dados sobre a importância dos hospitais filantrópicos de norte a sul do Estado. Presentes em mais de 30 municípios capixabas, eles são responsáveis, por exemplo, por 62% dos partos e 75% das cirurgias de alta complexidade.

Clique para acessar

Os dados foram divididos em três grupos: Fehofes em números, que são os indicadores gerais que demonstram a relevância dos hospitais filantrópicos, tais como: Número de hospitais, número de leitos e número de funcionários.

Indicadores Operacionais, com informações sobre os números de atendimento e faturamento de atividade hospitalar e ambulatorial e também Indicadores Assistenciais, que apresenta um relatório com os indicadores que demonstram a evolução da atividade assistencial, tais como: Média de permanência, Taxa de readmissões e condições adquiridas durante a internação.

De acordo com o presidente da Fehofes, Fabrício Gaeede, os indicadores podem ser aproveitados por vários públicos. Os próprios hospitais associados, o setor público e também o setor privado.

“A ideia é que esse instrumento seja cada vez mais robusto e relevante. Acesse, leia e compartilhe essas informações para que com sua ajuda possamos divulgar ainda mais a relevância e a importância dos nossos hospitais para a sociedade capixaba”.

21/09/2023

Filantrópicos do ES ganham destaque em congresso em SP 

Quatro hospitais filantrópicos do Espírito Santo foram selecionados para apresentar projetos de sucesso durante o Congresso Nacional dos Hospitais Privados (Conahp), que acontece nos dias 18 e 19 de outubro de 2023 em São Paulo.

As instituições capixabas que estarão no evento expondo seus trabalhos são Hospital Rio Doce, em Linhares; São Marcos, em Nova Venécia; Santa Casa de Guaçuí e Santa Rita de Vitória.

Os trabalhos serão apresentados na sessão Pôster e estarão entre os mais de 500 projetos hospitalares de todo o país. Os temas são Tecnologia e Inovação, Saúde Suplementar e Engajamento Público-Privado.

Só o hospital Santa Rita de Cássia teve seis cases selecionados para participar do congresso. Entre eles a Informatização do processo de gerenciamento de leito para a garantia do acesso ao cuidado e Barreiras de proteção ao paciente implementadas na quimioterapia.

“Nós, do Hospital Santa Rita de Cássia, ficamos muito honrados em ver que vários projetos de áreas diversas, como Gestão de Leitos, Atendimento, Escritório de Valor, Farmácia e Quimioterapia, foram selecionados para a Conahp. Esse fato reforça a busca constante da instituição na otimização de processos e redução de custos, focados na qualidade da assistência e segurança do paciente”, disse o Gerente de Suprimentos e Farmácia, Tiago Zatta.

O projeto do Hospital São Marcos já foi premiado no Prêmio Luiz Nivaldo da Silva. A iniciativa foi a implantação de um ambulatório de Especialidades Médicas em Hospital Filantrópico.

Para o diretor administrativo do hospital, Alessandro Prado Aguilera, é uma alegria imensa poder participar do congresso com um projeto que foi pensado para aproveitar um espaço que não estava sendo utilizado.

“Idealizamos esse serviço lá trás, com o intuito de aproveitar um espaço físico  obsoleto, nada atrativo, que o hospital tinha em sua estrutura, criando assim, um ambulatório de especialidades médicas moderno, com mais de 15 profissionais atuando, criando uma alternativa nova de receita ao hospital, e ainda possibilitando trazer pra nossa cidade, profissionais que só víamos em grandes centros”, destacou.

O hospital Rio Doce vai apresentar o projeto com o tema Aumento da Performance Financeira da instituição: Pessoas, Processos e Tecnologia.

“Nós aqui no Hospital Rio Doce estamos muito honrados com a oportunidade. Reconhecimento de um trabalho de qualidade e profissionalismo que vem sendo realizado por toda a equipe”, disse o Gerente de Processos do Hospital Rio Doce, Jossimar Coimbra Almeida.

Segundo o presidente da Federação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos do Espírito Santo (Fehofes), o  Prêmio Luiz Nivaldo da Silva tem estimulado a cultura de melhoria contínua e aplicação de melhores práticas em nossas instituições.

“A seleção dos trabalhos dos nossos hospitais associados para sessão pôster do Congresso Nacional de Hospitais Privados atesta o sucesso deste projeto e nos impulsiona a avançar cada vez mais”, destacou.

E prosseguiu: “Claro que nada disso seria possível se não houvesse quem apoiasse nossas ações. Por isso, é oportuno agradecer a todos os hospitais associados, nossos patrocinadores e apoiadores que confiaram no projeto e abraçaram o nosso propósito. Que possamos continuar na jornada de promover uma saúde, a cada dia, mais justa, qualificada e com mais acesso”.

Veja os trabalhos que foram selecionados para o Conahp

Hospital Santa Rita: 
Ferramentas de aculturamento da segurança hospitalar como meio de garantir a redução de evasão
Implantação do EGA e ferramentas de desospitalização eficiente
Informatização do processo de gerenciamento de leito para a garantia do acesso ao cuidado
Barreiras de proteção ao paciente implementadas na quimioterapia
Reavaliação clínica na objetiva de valor em saúde com base em triggers e prontuários
Segurança medicamentosa: implantação de dispensação de 2h/2h pela farmácia e redução de papel


Hospital Santa Casa de Guaçuí: 
Implementação do Huddle como método de comunicação efetiva e resolutividade rápidas de problemas


Hospital São Marcos de Nova Venécia: 
Implantação de um ambulatório de Especialidades Médicas em Hospital Filantrópico


Hospital Rio Doce de Linhares: 
Aumento da Performance Financeira da instituição: Pessoas, Processos e Tecnologia

10/08/2023

Filantrópicos ampliam número de vagas e serviços no Espírito Santo 

Apesar de muitas vezes enfrentarem dificuldades financeiras, os hospitais filantrópicos do Espírito Santo têm demonstrado cada vez mais seu compromisso com a população capixaba. Só este ano, as instituições investiram em melhorias e modernização das estruturas físicas. Com isso, ampliaram o número de vagas e passaram a oferecer também novos serviços de norte a sul do Estado.

Na Grande Vitória, a Santa Casa de Vitória, por exemplo, inaugurou o Novo Centro Oncológico do hospital. O novo local, anexo à Maternidade Pró-Matre, na Avenida Vitória, terá capacidade para concentrar consultas e sessões de quimioterapia rápida e prolongada.

O novo local conta com consultórios médicos, 15 box de quimioterapia de longa permanência, 3 leitos e 5 cadeiras para medicações de curta permanência. Hoje, a Santa Casa realiza cerca de 850 sessões de quimioterapia por mês. Com o novo centro oncológico, a capacidade aumenta para 1,3 mil sessões, quase o dobro. Além disso, o novo endereço facilita o acesso do paciente ao serviço por estar em uma região central de Vitória.

Já o Hospital Santa Rita, investiu no seu Centro de Transplante de Células-Tronco Hematopoéticas. O local está habilitado para realizar mais um tipo de transplante, o Alogênico Não Aparentado. Essa nova habilitação faz do Santa Rita a única instituição do Espírito Santo pioneira nos transplantes Autólogo, Alogênico Aparentado e Alogênico Não Aparentado.

Com a nova habilitação, ocorrida em maio, o Santa Rita passou a ficar conectado ao Sistema Nacional de Alocação de Leitos para Transplante (SNT) e classificado como estabelecimento de saúde Tipo 3 Nível C.

Em Vila Velha, o Hospital Evangélico passou a ser habilitado para realizar transplante de fígado e já foram feitas três cirurgias desse tipo na unidade.

Ainda nesses primeiros seis meses, a Associação Evangélica Beneficente Espírito-Santense (Aebes), que é a mantenedora do HEVV, expandiu e já conta com duas novas unidades hospitalares próprias na Região da Serrana do Estado que são:  Hospital Evangélico de Santa Leopoldina (HESL) e Hospital Evangélico de Santa Maria de Jetibá (HESMJ).

O HESL atende os munícipes de Santa Leopoldina e aderiu ao mutirão de cirurgias eletivas de varizes e ginecologia. Com perfil de atendimento de média e baixa complexidade, conta com unidade de pronto atendimento, ambulatório, centro cirúrgico e unidade de internação com 25 leitos.

Já o HESMJ atende a população do município de Santa Maria de Jetibá e cidades vizinhas, com perfil para atendimentos de baixa e média complexidade e tem 50 leitos de internação.  Tem uma unidade de urgência e emergência que realiza mais de 3 mil atendimentos por mês. Conta com maternidade 24h e realiza procedimentos eletivos nas especialidades de cirurgia geral, vascular e ginecologia. Além disso, no hospital há o serviço de imagem com raio x e ultrassonografia.

O Hospital Evangélico de Vila Velha inaugurou também o novo ambulatório, localizado no bairro Alecrim, em Vila Velha. O espaço conta com 19 consultórios, uma sala de exame e uma sala de procedimentos com recuperação anestésica e uma sala de pequenos procedimentos.

Atualmente, o HEVV realiza 4.300 atendimentos mensais no ambulatório, com a nova unidade a capacidade de atendimentos aumentará, podendo chegar ao dobro de atendimentos para os pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), particular e convênio.

Norte
O Hospital Rio Doce, em Linhares, cresceu 59% em número de procedimentos realizados de janeiro a junho de 2023, comparado com o mesmo período de 2022.

Ainda este ano, o Hospital Rio Doce realizou a inauguração de uma nova UTI Geral com 10 leitos e a reestruturação de duas UTIs Coronarianas, com 20 leitos.

Além dos 10 leitos de UTI Geral e dos 20 leitos de UTI Coronariana, o Hospital Rio Doce conta ainda com 10 leitos de UTIN; 15 leitos de Unidade Semi-Intensiva Neonatal; e uma Unidade de Estabilização (Sala Vermelha), com 10 leitos.

Sul
O Hospital Infantil de Cachoeiro de Itapemirim inaugurou no mês passado novos serviços, entre eles 30 leitos de UTI Adulto e ampliação de infraestrutura com acessibilidade, ambos no HIFA Aquidaban, além da ampliação da UTI Neonatal, no HIFA Maternidade.

A nova UTI Adulto tem ambiente mais amplo e acolhedor. A ala possui forte incorporação tecnológica, se posicionando como uma das melhores do país. Um dos diferenciais é a humanização, por possuir ambientação com pintura feita a mão assinada pela artista Julyana Ghisolfi retratando a proposta: “As estações da vida”.

Já a ampliação de infraestrutura com acessibilidade, consiste em área com escada e elevadores tipo cama/leito; e entrada exclusiva para pacientes referenciados.

Outro serviço é a nova estrutura da Unidade de Terapia Intensiva Neonatal “Lucas Ervatti”, no HIFA Maternidade, que passou por uma ampla reforma, com ampliação de leitos. Também ganhou um foco especial na humanização dos ambientes.

Em fevereiro, o Hifa Aquidaban também passou a ser referência para os casos de hemorragia digestiva alta e baixa. Com isso, pacientes de Cachoeiro de Itapemirim e região não precisam mais ser deslocados para o Hospital Estadual Dório Silva, na Serra, referência no Estado para este tipo de sintomas.

Região Serrana
Administrado pela Santa Casa de Vitória, o Hospital Dr. Arthur Gerhardt, da cidade de Domingos Martins, na Região Serrana do Espírito Santo, inaugurou o novo Centro Cirúrgico e o novo Pronto-Socorro.

Agora, Domingos Martins conta com uma estrutura moderna e equipada, tanto para a realização de cirurgias de pequeno e médio porte, como para os atendimentos de urgência e emergência. O Pronto-Socorro conta com mais de 700 metros quadrados, divididos em recepção adulto e infantil, consultórios, centro de diagnóstico e também salas de observação infantil e adulto.

Já o novo Centro Cirúrgico do hospital conta com 3 amplas salas cirúrgicas, farmácia satélite, vestiários masculino e feminino, além de sala de recuperação pós-anestésica.

Serviço mais qualificado 
O presidente da Federação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos do Espírito Santo (Fehofes), Fabrício Gaeede, destaca que as instituições não estão entregando apenas novas estruturas ou ampliando serviços, mas estão a cada dia melhorando seus processos e ofertando uma assistência mais eficiente.

“Prova disso são os indicadores de desempenho do segmento. No último ano, segundo dados do referencial Brasil do DRG, a média de permanência do grupo passou de 5,7 para 4,5 impactando em uma redução do desperdício (ganho da eficiência) de 9.960 diárias por mês”, explicou.

E prosseguiu: “Quando multiplicamos o número de diárias recuperadas com o preço médio por diária prático no Espírito Santo, temos o ganho de eficiência de R$ 8.964.000,00 – Oito milhões e novecentos e sessenta e quatro reais) mês”.
Com isso, segundo Gaeede, há uma agilidade no processo de regulação dos pacientes e aumento do número de internações, diminuindo o tempo de espera por um leito de internação.

“Outro ponto, é que hoje temos 2 Hospitais filantrópicos certificados como ONA nível 3 (grau de Excelência segundo a Organização Nacional de Acreditação) e outros 12 hospitais em processo de certificação de qualidade de seus processos. Tudo isso demonstra o compromisso que os Hospitais Filantrópicos têm com a sociedade capixaba, sempre empenhados em contribuir para um Sistema de Saúde com mais acesso, justo e eficiente”, disse.

23/03/2023

Fehofes faz primeiro encontro para Provedores e Dirigentes de hospitais

A Federação dos Hospitais Filantrópicos do Espírito Santo (Fehofes) realizou, nesta quinta-feira (23), a primeira edição do projeto Encontro de Provedores e Dirigentes.

O evento, que reuniu integrantes de vários hospitais filantrópicos do Estado, aconteceu no Auditório da Indústria, cedido pela Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes).

Durante o encontro, os participantes tiveram a oportunidade de trocar experiências e estreitar relacionamentos entre os associados da federação e também agregar conhecimentos específicos em determinadas áreas.

A ideia é de que, segundo o presidente da Fehofes, Fabrício Fehofes, outros três encontros sejam realizados ao longo deste ano.

O encontro contou com a apresentação de duas palestras. Uma delas com o economista e professor da Fundação Dom Cabral Antônio Lanzana, que abordou o cenário econômico nacional e mundial, além de compartilhar os impactos na gestão das instituições.

Outra palestra foi feita pelo especialista em Desenvolvimento de Negócios e Gestão Empresarial Durval Vieira de Freitas. Na sua palestra, ele destacou perspectivas e oportunidades para o Espírito Santo.

“A primeira reunião teve uma participação bem significativa, tivemos representantes de várias instituições e trouxemos palestras com tema voltado para o cenário econômico no Brasil, mundo e Espírito Santo para a gente ver as oportunidades que esse cenário posto tem trazido para nós”, afirmou Gaeede.